O Que é Backup?

Backup é uma cópia de informações/dados, para que os mesmos não sejam perdidos. Em resumo, quando há informações importantes, que não podem ser corrompidas ou perdidas, é necessário realizar o procedimento de backup, que consiste em armazenar essas informações em um local reservado e seguro.

O Que é Backup? Entenda a importância e tipos de backup

Assim, caso haja qualquer imprevisto com a fonte principal dessas informações e, por isso, as mesmas não possam mais ser acessadas, o backup pode ser utilizado, trazendo as mesmas informações que haviam na fonte principal.


Significado - definição


A palavra backup é um termo em inglês que significa cópia de segurança. A segurança contida nessa definição consiste exatamente em manter a informação reservada e protegida de possíveis danos, para que ela possa ser utilizada caso o conteúdo original fique inutilizável.

Podemos então definir o backup como um recurso de contingência, ou seja, diante de uma situação emergencial, ele serve como um plano B. No caso de ser preciso utilizar a cópia de segurança, o processo de utilização dos dados armazenados é denominado Recovery ou recuperação de dados.


Qual a importância do Backup e para que serve?


Toda geração de informação é de extrema importância. Seja em uma empresa, em uma escola ou até mesmo as informações pessoais de nosso smartphone: independentemente de onde as informações são provenientes, é importante que elas sejam corretamente armazenadas. Mas, ainda mais, se estivermos falando de informações empresariais.

Somente o armazenamento correto é capaz de garantir a disponibilidade e a integridade das informações. Dessa forma, toda instituição eficiente em seus processos, garante que suas informações estejam sempre íntegras, disponíveis e seguras, através da realização de backup.

Somente através da cópia de segurança há garantia de confidencialidade, integridade, disponibilidade e autenticidade das informações. Por isso, é imprescindível que o backup ocorra de maneira correta e eficiente, contando com os recursos apropriados.

Um ponto importante é que, inclusive, é essencial que as gravações de cópias de segurança sejam feitas na periodicidade correta, maneira adequada e do tipo correto. Essas ações são o que garantirão que as informações realmente atenderão ao esperado, caso seja necessário utilizar o backup feito.

Apesar de existir um custo adicional, o backup pode prevenir e evitar que uma empresa ou corporação gaste o dobro ou tenha sérios problemas com a perda de informações ou dados de valor imensurável, exigindo um valor elevado na contratação de profissionais para recuperar ou restaurar dados perdidos.


Tipos de Backup


Embora o conceito de backup se resuma em armazenar uma cópia de dados com segurança, existem tipos distintos. São eles:

Backup Total ou Completo:

Também conhecido como backup full, esse tipo de procedimento consiste em sempre efetuar a cópia completa das informações originais, ou seja, a cópia de todos os dados de um determinado local para outro local. Esse é considerado o tipo básico de backup, mas o que demanda mais espaço de armazenamento e mais tempo tanto de gravação de backup quanto de recovery.

Backup Incremental:

Essa é uma maneira mais otimizada de realizar, pois, ela considera somente os dados que sofreram alteração desde o último backup realizado, para então criar a cópia de segurança. Trata-se de uma opção que ocupa menos espaço, visto que permite a criação de cópia somente do que realmente precisa ser copiado.

Backup Diferencial

Basicamente esse tipo de backup funciona como o Incremental, com a diferença de que ele copiará somente os dados alterados na realização da primeira cópia de segurança. Nas cópias seguintes, todo o conteúdo copiado no primeiro, será copiado novamente, mesmo o que não foi alterado.


Mídias para backup e armazenamento


Até pouco tempo atrás, os backups eram basicamente realizados em mídias físicas, como fita, CDs, DVDs, HDs (Computadores e Servidores), HDs externos e Pen Drives. Esses dispositivos físicos possibilitam que as cópias de segurança sejam realizadas com um padrão definido de tamanho, pois, cada mídia tende a possuir uma capacidade certa de espaço de armazenamento.

Mídias para armazenamento de backup

Porém, com o avanço tecnológico, os procedimentos de backup também evoluíram e hoje há a possibilidade de armazenamento de cópias de segurança na nuvem, o que torna a capacidade de armazenamento mais flexível. A nuvem nada mais é do que a internet e com todo o acesso facilitado que ela oferece, nada mais coerente que as cópias de armazenamento também fossem levadas para lá.

O armazenamento de dados na internet proporciona diversos benefícios, como a facilidade de acesso, visto que a partir do acesso à internet, as cópias podem ser acessadas de qualquer lugar, e a tranquilidade de que não há o risco de perda de informação por dano material, como pode ocorrer com mídias físicas.

Além disso, as tecnologias de Cloud proporcionam mais segurança, evitando com mais efetividade que os dados armazenados sofram ataques cibernéticos, visto a atualização frequente desses servidores Cloud, contra novas pragas digitais.

Cloud Computer - Cópia de segurança armazenada na nuvem

Outro ponto importante é que na nuvem o espaço de armazenamento pode ser facilmente ampliado quando necessário, enquanto em dispositivos físicos, há necessidade de adquirir novos dispositivos com capacidade cada vez maior.

No entanto, dependendo do tipo de informações a serem armazenadas, o armazenamento físico ainda é necessário, como nos casos dos sistemas bancários, que mantém seus servidores de contingência, com backups altamente seguros.


Diferença entre backup físico e lógico


A diferença consiste basicamente no local onde o armazenamento da cópia de segurança será feito:

Backup físico

É realizado em locais físicos, como servidores ou mesmo mídias físicas. Nesse caso, há necessidade de investimento em infraestrutura, o que não ocorre no caso do backup lógico.

Backup lógico:

Consiste no armazenamento de cópias de segurança na nuvem, mais conhecido como Cloud, que nada mais é do que a internet. Alguns provedores fornecem esse serviço de armazenamento lógico, que pode ser acessado através de plataformas online. Normalmente são cobradas mensalidades para utilização do serviço, sendo que você pode ampliar o espaço conforme a sua necessidade.


Vantagens x Desvantagens


De maneira geral o backup é um excelente e até mesmo indispensável recurso, para garantir que toda informação essencial, não seja perdida e nem corrompida. Com a utilização de cópias de segurança, mesmo que a fonte principal de informação não possa mais ser utilizada, há a tranquilidade de poder extrair essa mesma informação de um outro local.

A única desvantagem talvez seja os custos para manter o recurso de cópias de segurança. Quando físico, pode ser bem custoso dispor de uma infraestrutura ou até mesmo mídias, realmente adequadas para tal finalidade. Além disso, os cuidados para que os dispositivos físicos não sejam danificados, roubados, extraviados, enfim, também precisam ser redobrados.

Quanto ao backup lógico, a desvantagem também pode estar nos custos para manter esse serviço, mas mesmo assim, a utilização da nuvem para armazenamentos, tem sido uma tendência com potencial muito promissor.

Em resumo, o backup é a melhor solução para garantir que todas as informações essenciais sempre estejam disponíveis. Por isso, é sempre muito importante entender como funciona o armazenamento de cópias de segurança e descobrir qual seria o modelo mais adequado para cada necessidade.


Receba novidades
Gostou do Tutorial? Informe seu e-mail e receba todas as dicas e tutoriais de tecnologia.

Nenhum comentário

...

...